São Mateus

Em 1946, a família de origem italiana Bei adquiriu 50 alqueires de terra da fazenda Rio das Pedras; dois anos depois, loteou a área. Salvador Bei a nomeou de “Cidade São Mateus” para homenagear o pai, Mateo Bei, e por ter a convicção de que o loteamento um dia se tornaria uma grande cidade.

Em 8 de dezembro de 1948, o bispo Dom Antônio de Macedo celebrou uma missa em ação de graças para celebrar a fundação do bairro.

A maior parte população possui renda média. Existe, ainda, uma grande concentração de comércio, concentrada na principal via do bairro, a avenida Mateo Bei.

Por São Mateus também passa a maior avenida do mundo, em extensão, a Sapopemba, além de estar localizado ao lado da região do ABC Santo André, e distritos como o Aricanduva e Tatuapé.

O centro de São Mateus é uma das partes mais procuradas pelo comércio, devido ao retorno alto para comerciantes.

Localizada na zona leste de São Paulo, a região tem como uma de suas características o forte comércio popular. A maior parte das lojas e camelôs está disposta na principal avenida do bairro, a Mateo Bei. Para se locomover, os moradores de São Mateus não enfrentam dificuldades, uma vez que o local é bem servido em transporte coletivo, sendo atendido por diversas linhas de ônibus.