Itaquera

De acordo com o site da prefeitura de São Paulo, a data de fundação do bairro Itaquera é uma incógnita; a primeira referência a ele data de 1686. Já a povoação teria se iniciado em 1820. Na época, existia no local um rancho chamado Casa Pintada, onde os visitantes paravam para descansar.

Por volta de 1850, as duas fazendas existentes na região foram loteadas e vendidas. Em 1875, com a inauguração da estação de trem local, o bairro começou a se desenvolver. Alguns anos mais tarde, Oscar Americano comprou parte de uma fazenda e criou por lá um dos primeiros loteamentos de cunho popular e urbano da zona leste, conhecido hoje como Vila Carmosina, além de loteamentos rurais, na área atualmente chamada de Colônia Japonesa. Assim, o bairro passou a ser povoado em ritmo acelerado.

No final do século 19, parou na região a primeira Maria Fumaça da antiga Estrada de Ferro do Norte, o que contribuiu ainda mais para o desenvolvimento do Itaquera.

Um dos atuais símbolos do bairro, a Arena Corinthians, popularmente conhecida como Itaquerão, influenciou na valorização da região, uma vez que junto com o estádio vieram investimentos em transporte público e novas estruturas viárias. De acordo com dados da consultoria Geoimovel, publicados em reportagem da Folha de São Paulo, entre 2011 (ano de início da construção) e 2015, a valorização real do metro quadrado para novos apartamentos foi de cerca de 13%. No caso de condomínios de casas o ganho foi maior, 33%.

O Itaquera é bem servido em transporte coletivo, contando com estações de metrô e trem, além de abrigar o prolongamento da Radial Leste.